Maior valor do Bitcoin

Tempo de leitura: 2 minutos

No ano de 2017 o Bitcoin teve a maior alta desde a sua criação. Em 17 de dezembro, a moeda chegou à casa dos US$19.666,00 – cerca de R$65.180,99 pela cotação do dólar na época.  A grande alta foi seguida de uma queda que fez com que o preço da moeda caísse nos dias seguintes, chegando ao valor de R$45.778,50 no dia 31 de dezembro de 2017, permanecendo em valores semelhantes até o início de 2018 quando começou a apresentar queda brusca. 

Essa oscilação, embora na época já esperada por alguns traders mais experientes, provocou um estado catártico entre os investidores desavisados e levou economistas a considerarem o episódio como a formação de uma bolha econômica, tal como a Bolha das Tulipas ocorrida na Holanda no século XVII. No episódio em questão, as Tulipas se tornaram artigos de luxo, sendo vendidas a preços cada vez mais exorbitantes, chegando a figurar na Bolsa de Valores de Amsterdam. 

Porém, os botões de Tulipa levam alguns anos para florescer, então vendedores passaram a fazer “contratos futuros” das Tulipas, cuidando delas até que florescessem. A bolha estourou quando pessoas que haviam feito os contratos futuros se recusaram a honrá-los, causando prejuízo aos vendedores e caos socioeconômico tão expressivo ao ponto de o governo holandês na época se oferecer para pagar até 10% do valor de entrada dos contratos futuros, o que gerou um grande desequilíbrio econômico no país.

O caso do Bitcoin poderia ser alusivo a esse episódio porque o valor da criptomoeda estava estagnado na casa dos US$1.000,00 desde o ano de 2013, apresentando um aumento de mais de 1.000% no ano de 2017, seguido de uma queda acumulada de 80% doze meses após a grande alta, fechando o ano com o valor de US$3.833,00 em 29 de dezembro de 2018. 

Sabe-se, no entanto, que o câmbio das criptomoedas é bastante flutuante e influenciado por diversos fatores além da especulação em si. O ano de 2017 foi marcado pela grande popularização das criptomoedas, que ganharam muitos investidores – por vezes inexperientes – provocando, segundo fala do economista Fernando Ulrich para o Infomoney, uma espécie de “efeito manada” que causou aumento no valor da moeda. Para o diretor-executivo da ABCripto, Safiri Felix, outros fatores como a baixa volatilidade no exterior e a alta de outros tipos de ativos de risco também foram fatores determinantes para a oscilação brusca. O aumento do número startups lançando ICOs no mercado também é considerado como um dos eventos contribuintes para a alta do Bitcoin.

Você acredita ter sido uma oscilação normal do Bitcoin ou que o acontecimento configura de fato, uma bolha econômica? Compartilhe conosco sua opinião.

Entre para o mundo das criptomoedas com a AmericansBitcoin! Negocie Bitcoins com o melhor preço na plataforma mais inovadora do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *