Como se organizar financeiramente para investir nas criptomoedas?

Tempo de leitura: 3 minutos

Muitas pessoas temem o mercado das criptomoedas porque não querem perder o seu precioso dinheiro e entendemos isso. Mas, só é arriscado investir em criptomoedas quando você desconhece os riscos.

O mercado das criptos é considerado um investimento de renda variável, ou seja, seus retornos são variáveis de acordo com o andamento do mercado atual, assim como as ações.

Diferente da renda variável, temos a renda fixa onde é possível ter uma previsão mais acertada do retorno dos investimentos e prazos. Por isso, o primeiro passo para investir em criptomoedas é entender o seu perfil de investidor.

Se você deseja entrar no mundo cripto, mas ainda não se sente seguro financeiramente, vamos dar um passo a passo do que é preciso fazer para se organizar financeiramente e dar esse salto! 

Vamos lá conhecer esse passo a passo?

Tenha controle sobre suas finanças, principalmente as saídas

O primeiro passo para se organizar financeiramente e investir no mundo cripto é ter conhecimento e controle da sua vida financeira. É imprescindível saber as suas entradas e saídas mês a mês.

Assim, você deve começar a registrar os seus ganhos e como você está usando o seu dinheiro. Comece a fazer isso da forma mais fácil para você. Pode usar um aplicativo ou uma planilha financeira, o importante é começar. Com essas informações em mãos, vamos ao segundo passo!

Equilibrar as suas finanças e ficar no azul deve ser sua prioridade

Se durante o exercício anterior, você perceber que está gastando mais do que deveria, isso é um sinal de alerta. Seria irresponsabilidade da sua parte sair comprando uma variedade de criptomoedas, sem saber como vai pagar a fatura do seu cartão, por exemplo.

Aqui é tudo sobre coerência e essa deve ser sua prioridade. Se o seu estilo de vida cabe dentro do orçamento e ainda sobra algum recurso para investir, esse é o sinal verde que precisamos para iniciar no mundo das criptos.

Entenda que mesmo com dívidas de parcelamentos (como casa, automóveis ou empréstimos) é possível investir em criptomoedas, desde que essas dívidas estejam controladas em seu orçamento e você tenha uma reserva financeira.

Sim, é importante ter uma reserva financeira!

É a reserva financeira que vai te dar a segurança para continuar os seus investimentos (e aproveitar as oportunidades) mesmo quando algum imprevisto acontece em sua vida.

O ponto principal da reserva financeira é a liquidez. É importante que você possa ter acesso a esse dinheiro em poucas horas. Alguns criptoativos já possuem alta liquidez como característica do seu projeto, mas tenha cautela em escolher onde construir a sua reserva.

Com uma reserva em mãos, você não vai precisar modificar os seus investimentos e nem resgatar ou vender algum investimento antes do desejado para sanar um imprevisto pessoal.

Estude sobre o mercado das criptomoedas!

Como recomendação final destacamos a importância de estudar sobre as criptomoedas. Selecione algumas boas fontes de informação e evite ler as notícias do cotidiano que exageram negativamente sobre o mercado.

Para isso, volte aos fundamentos. Leia livros sobre o surgimento das criptomoedas, assista a documentários, entre em contato com pessoas que já investem no mercado e vá se familiarizando com esse mundo.

Você também pode abrir uma conta em uma exchange, como é o caso da Americans para ir se familiarizando com os procedimentos, o sistema e esclarecendo suas dúvidas e medida que elas surgem.

Depois do artigo de hoje, comece anotando os seus pontos de melhoria, faça um plano e comece! O mundo cripto também é para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *